LUNA cai 20% em 24 horas depois que baleia despeja stablecoin UST no mercado — risco de mais vendas à frente?

1 week ago 76
Criar conta na Binace

A Terra (LUNA) caiu significativamente depois de ser vitimada por um ataque "FUD" (acrônimo para medo, incerteza e dúvida, em inglês) em sua stablecoin nativa TerraUSD (UST).

O par LUNA/USD caiu 20% entre 7 e 8 de maio, atingindo US$ 61, seu pior nível em três meses, depois que uma baleia despejou no mercado US$ 285 milhões em UST. Como resultado dessa liquidação, o UST perdeu brevemente sua paridade com o dólar, caindo até US$ 0,98. Até agora, a stablecoin da Terra ainda não voltou à paridade com o dólar, de acordo com dados do CoinMarketCap.

Gráfico diário do UST. Fonte: TradingView

Suprimento excessivo de LUNA

O LUNA serve como ativo colateral para manter a paridade do dólar com o UST, de acordo com a política monetária elástica da Terra. Portanto, quando o valor de UST está acima de US$ 1, o protocolo Terra incentiva os usuários a queimar LUNA e cunhar UST para retomar a paridade. Por outro lado, quando o preço do UST cai abaixo de US$ 1, o protocolo recompensa os usuários por queimar UST e cunhar LUNA.

Logo, à medida que a oferta do UST se reduz, a valorização do LUNA deve diminuir. Da mesma forma, quando a oferta do UST se expande, a cotação do LUNA aumenta, observa Will Comyns, pesquisador da Messari.

O gráfico abaixo mostra uma tendência de baixa contínua na oferta diária de UST, coincidindo com um aumento relativo na oferta diária de LUNA. Em 8 de maio, o mercado do UST sofreu contração pela primeira vez em dois meses, caindo 28,1 milhões abaixo de zero. Simultaneamente, a oferta do LUNA cresceu mais de 436,75 milhões acima de zero.

Variação diária do suprimento de LUNA e UST no mercado. Fonte: SmartStake.io

A oferta diária excessiva contra o que parece ser uma demanda de mercado em queda ou estável pode ter empurrado o preço do LUNA para baixo.

Mais dor para a Terra pela frente?

O declínio contínuo de preço levou o LUNA a testar novamente uma confluência de suporte que consiste em sua média móvel exponencial de 50 dias (EMA de 50 dias; a onda vermelha) perto de US$ 56 e uma linha de tendência ascendente de vários meses.

Curiosamente, a linha de tendência ascendente constitui um padrão de cunha ascendente em conjugação com outra linha de tendência ascendente acima. Cunhas ascendentes são configurações de reversão de tendência para baixa, portanto, sua ocorrência no gráfico semanal da Terra sugere que é provável que haja mais queda.

Gráfico semanal LUNA/USD com configuração de 'cunha ascendente'. Fonte: TradingView

Como regra de análise técnica, uma quebra de cunha ascendente empurra o preço para baixo tanto quanto a distância máxima entre as linhas de tendência superior e inferior da estrutura.

Assim, se o LUNA quebrar abaixo da cunha de sua confluência de suporte atual, acompanhado por um aumento nos volumes negociados, seu preço corre o risco de cair para cerca de US$ 22,50, uma queda de mais de 60% em relação ao preço de hoje.

Por outro lado, uma recuperação da confluência de suporte teria o LUNA posicionado para uma corrida em direção à linha de tendência superior da cunha - acima de US$ 130, configurando um novo recorde histórico de preço.

As opiniões e pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!

Artigo Completo Aqui