Holders de token RWA do Cruzeiro já receberam R$ 1 milhão de repasse

7 months ago 123

A Liqi, empresa responsável pelo Cruzeiro Token (CRZO), anunciou que ultrapassou a marca de R$ 1 milhão em pagamentos aos seus investidores. A distribuição é referente a três transferências de jogadores que integram a cesta de ativos do token.

Totalizando R$ 187.466, o repasse destas transferências eleva o montante total distribuído aos investidores desde o início do projeto para R$ 1.001.071. Investidores com Cruzeiro Token em suas carteiras Bitybank, Bitypreço e Liqi receberam seus valores nesta segunda-feira, 20, automaticamente em suas contas o valor proporcional aos tokens custodiados.

"Ao ultrapassarmos a marca de R$1 milhão em pagamentos aos investidores do projeto, fica claro que o Cruzeiro Token está causando um impacto significativo no mundo dos criptoativos e do futebol. Estamos entusiasmados com o sucesso contínuo do CRZO e ansiosos com as futuras distribuições que o projeto deve proporcionar nos próximos anos.”, disse Ney Pimenta, CEO das plataformas Bitybank e Bitypreço.

O valor distribuído tem como fonte a transferência de diferentes jogadores:

  • Ederson, por sua transferência do Salernitana para o Atalanta, ambos da Itália, em julho de 2022. Este é o 3o de 6 pagamentos distribuídos referentes a esta negociação.
  • Rodrigues, em transferência do Grêmio para o San Jose Earthquake, dos EUA, em agosto de 2022.
  • Erick, do Braga de Portugal para o Ceará, em transferência realizada em agosto de 2021.

Com mais de 200 atletas na cesta do Cruzeiro Token, todas as transações envolvendo jogadores formados pelas categorias de base do clube, repassam parte dos valores negociados para os detentores de CRZO.

Em setembro do ano passado, em outro repasse de token RWA a Liqi repassou R$ 400 mil aos holders do Coritiba Foot Ball Club, referentes à transferência do jogador Dodô, ex-Shakhtar Donetsk, para a Fiorentina, também da Itália.

Tokens RWA

Em busca de explicar e apontar o que são e como funcionam os tokens RWA, tendência que vem crescendo cada vez mais no mercado de criptomoedas, o Mercado Bitcoin (MB) lançou recentemente o quarto episódio do podcast Economia Tokenizada: “O Cenário Global e o Futuro da Tokenização”.

Nele, os especialistas abordam como os investimentos tradicionais devem ser impactados pela tokenização. Além disso, ajudam o público a entender termos como DeFis e stablecoins de forma didática e explicam o RWA como ponte entre o mercado tradicional e o digital, além da nova compreensão de posse e propriedade dentro do universo digital. 

Bernardo Quintão, da Backed Finance – tokenizadora Suíça, explica quais são os diferentes tipos de tokenização e apresenta aqueles em que mais enxerga potencial de usabilidade, rentabilidade e eficiência ao investidor. Além disso, destaca o Brasil como um dos países que mais está evoluindo em relação à tecnologia blockchain e, por consequência, integrando à globalização do sistema financeiro. “Singapura, Suíça, a Europa como um todo, Hong Kong, são alguns dos países que também estão caminhando nesta tecnologia”.

O especialistas Henrique Pocai, diretor Comercial do MB, Fabrício Tota, diretor de Novos Negócios do MB, e Bernardo Quintão, Head LATAM na Backed Finance, também analisam como a tecnologia blockchain pode gerar mais eficiência para os negócios com os tokens RWA.

Durante o bate-papo, os convidados concordam que o universo cripto está recriando ferramentas e utilidades que já existem no mundo financeiro tradicional e discutem sobre como tudo isso contribui para a expansão de negócios. Eles citam, inclusive, o estudo da Boston Consulting Group (BCG), que garante que o mercado de tokenização de ativos poderá representar US$ 16 trilhões até 2030 ou 10% do atual PIB global. 

“Quando a gente pensa o uso do WhatsApp, por exemplo, é uma comunicação criptografada de ponta a ponta. Ninguém te ofereceu esse serviço, porém, você e sua família utilizam – seja por texto, áudio ou imagem. Eu penso que isso também vai acontecer com a tokenização. A usabilidade será tão boa e teremos tantos benefícios, que pouco importa se é tokenizado ou não. Vai simplesmente funcionar”, disse Tota.

Read Entire Article